Monday, January 21, 2013

Leituras

O artigo de António Pinto Ribeiro (Para acabar de vez com a lusofonia, Público, Ípsilon, passado dia 18) é uma passagem superficial e arrogante pelos lugares comuns pós-coloniais mais batidos, com o objetivo de denunciar uma lusofonia que nunca foi o que ele diz.

Um pouco mais de estudo ficava-lhe bem. Até para defender essas posições. Não basta ler a correr o livro da Cláudia Castelo e fazer uma genuflexão obrigada ao Appadurai... 

2 comments:

  1. Absolutamente de acordo. São comentários de imprimiríamos pretensioso que ignoram a realidade

    ReplyDelete