Sunday, September 5, 2010

Homenagem ao Algarve e a António Ramos Rosa

Eu sou algarvio, nasci no Sul [...] o espaço mais luminoso de Portugal, sim, terá tido alguma influência na minha obra poética onde a “nudez” é uma palavra que terá talvez alguma correspondência com a paisagem algarvia

(António Ramos Rosa)



Para um amigo tenho sempre um relógio
esquecido em qualquer fundo de algibeira.
Mas esse relógio não marca o tempo inútil.
São restos de tabaco e de ternura rápida.
É um arco-íris de sombra, quente e trémulo.
É um copo de vinho com o meu sangue e o sol.

António Ramos Rosa, in "Viagem Através de uma Nebulosa"

3 comments:

  1. poeta ultra conhecido mas que nunca li, este ARR. Outro bom poeta do algarve é david mourão ferreira (mas escreveu mais sobre lisboa). Sofia de melo, do norte, escreveu sim poemas mediterranicos/algarvios (sol, mar, luz, pedra, areia, cores dessas paisagens)e tem parece me um poema chamado algarve.
    a amostra de ARR na entrada é de qualidade poetica e senti curiosidade em ler algo dele.

    ReplyDelete
  2. verifiquei e sofia andresen tem de facto no livro "coral" uma poesia com o título "Algarve"

    ReplyDelete
  3. Muito obrigado pela sugestão.

    ReplyDelete