Wednesday, November 4, 2009

Dois versos de que gosto



É tão difícil escrever um poema
que não fale da morte.

(Manuel de Freitas, Intermezzi op. 25, Opera Omnia, 2009)

1 comment:

  1. Talvez porque o poeta passe a vida a soletrar o essencial...

    ReplyDelete